Dúvidas sobre as possíveis causas de danos numa embraiagem.

Publicação

Hoje esclareceremos algumas dúvidas sobre as possíveis causas de danos numa embraiagem.

Dúvida

Há pouco tempo desmontei na minha oficina uma embraiagem que, após cerca de 4000 km, começou a patinar. Esperava deparar-me com contaminação nos forros. Fiquei muito surpreendido ao verificar que estavam completamente secos e, por outro lado, havia restos de óxido. Podem explicar-me o que terá acontecido com essa embraiagem? Obrigado.
 
Resposta

Algumas vezes, o aparecimento de óxido não tem porque estar necessariamente vinculado a situações de utilização do veículo em ambientes húmidos ou inundados. Um destes casos pode surgir quando o sistema de acionamento da embraiagem (forquilha, casquilhos/esfera de basculamento…) apresenta folga por desgaste, repercutindo na pré-carga que o rolamento de impulso deve exercer sobre o diafragma. Por este motivo, verifica-se um maior desgaste das peças do sistema de acionamento, originando vestígios de partículas de cor avermelhada (óxido). Quando estas partículas atingem a superfície dos forros do disco podem alterar o seu coeficiente de fricção e, consequentemente, fazer com que a embraiagem patine.